Não me persiga

Humanidade
Humanidade
7 de maio de 2017
1 pensamento comunidade
You Do Not Think Alone
22 de junho de 2017

Não me persiga

Rebanho humana

Para você que não me conhece: é bom se assustar mesmo comigo. Só estou aqui para questionar o que pensa o rebanho.

Lamento que você tenha (ou busque) um líder e goste de ser conduzido.

Deploro que você queira admirar um herói (seja ele qual for).

Me irrito quando você chama alguém de professor (querendo designar não um profissional da educação, mas elogiar uma pessoa que sabe mais, tipo assim um mestre).

Fico aborrecido quando você acha que existe um bom combate, uma guerra boa, do bem contra o mal, dos justos contra os injustos e, pior, quando você quer convocar alguém para uma luta ou arrebanhar militantes para uma causa (que quanto mais generosa, quanto mais utópica, pior).

Me desespero quando você acha que é preciso limpar o mundo, purificar qualquer coisa. Estou dizendo o contrário do que mamãe lhe disse: que você permanecerá indigno enquanto não estiver sujo o bastante.

Se você acha tudo isso um horror, o melhor é que você esqueça que eu existo, não me leia, não me siga. O seguidor é um perseguidor e eu não quero ser perseguido por você.

 

Se você quiser se conectar a uma comunidade de investigação que está trabalhando no desenvolvimento de uma nova teoria interativista da aprendizagem e ser mais um pesquisador associado, saiba como clicando aqui http://humana.social/comunidade-de-investigacao/

Quer aplicar tudo isso? Conheça o HUMANA.SOCIAL – Aprendizagem Interativa (antigo INOVA-EDU), um curso no qual você pode aplicar a aprendizagem interativa: https://redes.org.br/humana/

Comentários

comentários